quarta-feira, 13 de novembro de 2013

AS MENTIRAS SOBRE A ESTRADA DA BEATA ALBERTINA !

Saiu no notisul de hoje, 13/11/13: A lentidão é uma das características apresentada pela obra mais aguardada na região de Imaruí, que ainda está longe de um desfecho. A pavimentação da conhecida Estrada de Santa Albertina, espera desde 2010, ano em que foi assinada a ordem de serviço, por melhorias.

A comunidade de São Luís reclama que as obras estão praticamente paradas há mais de dois anos. “É um descaso, uma falácia e muita promessa. Somente na semana passada foram 12 ônibus durante os dias úteis, e nove no fim de semana, sem contar com os veículos de passeio em direção ao santuário da Beata Albertina Berkenbrock, a circular pela via de turismo esquecida pelas autoridades”, reclama Sérgio Jeremias, pároco da comunidade de São Luís.

Para o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Roberto Kuerten Marcelino, a pavimentação da estrada não está em total andamento porque faltavam colocar os contratos e os pagamentos com a empreiteira responsável e a empresa fiscalizadora da obra em dia. “Já está tudo encaminhado, até o aditivo para a A. Mendes, valor excedente a ser pago para conclusão dos trabalhos, já passou pela SDR. A nova licença ambiental também já está encaminhada. Vamos, agora, correr para que a obra retorne a todo vapor ainda neste mês, para concluirmos como esperado, março do próximo ano”, planeja Roberto.

Um dos principais impasses para o início da pavimentação da SC-407 estava relacionado às indenizações de moradores que tinham propriedades no local. O último pagamento, no valor de R$ 100 mil, foi feito no mês de setembro. Ao todo, foram pagos R$ 280 mil por três casas.

Para o padre Sério é impossível a conclusão da obra no primeiro trimestre de 2014, prazo que infelizmente como os antigos deve ser adiado. “A ponte da localidade ainda não tem projeto e nem dinheiro para construção. Vai ser preciso mais de R$ 3 milhões para concluir a estrada, dinheiro que o governo não diz de onde virá para finalizar a obra”, conta.

Pavimentação
O projeto da SC-407 contempla a pavimentação de 7,5 quilômetros, entre São Martinho e a comunidade de São Luís, em Imaruí, com um investimento inicial de R$ 8 milhões. O dinheiro é exclusivo do governo do estado.
O asfaltamento deste trecho é parte importante para o desenvolvimento do turismo em todo o sul.
A pequena comunidade é foco de peregrinações de milhares de fiéis todos os anos ao santuário da Beata Albertina Berkenbrock.

Um comentário: